top of page

Comentários Eleison nº 879


Por Dom Williamson

Número DCCCLXXIX (879) – 18 de maio de 2024


A ATUALIDADE das ESCRITURAS


Todas as criaturas giram em torno do Deus Encarnado, dizem as Escrituras.

Quanto àquelas que O desprezam, haverão de arder em chamas.


O número mais recente do boletim informativo do Seminário da “Resistência” da Sociedade dos Apóstolos de Jesus e Maria, em Morannes, no noroeste da França, traz um editorial admirável escrito pelo Superior daquela Sociedade, Dom Jean-Michel Faure. Como o texto não é longo, segue abaixo na íntegra.


Queridos amigos e benfeitores,


Nosso Senhor disse aos Apóstolos: “Quando ouvirdes falar de guerras e revoltas, não vos assusteis... sereis odiados por todos por causa de meu nome” (isto é, por causa da vossa fidelidade à minha doutrina)... “com vossa perseverança vós salvareis vossas almas... Quando vós virdes essas coisas começando a acontecer, levantai a cabeça e reanimai-vos, porque a vossa libertação (e a vossa vitória) está próxima.” (Lc. XXI, 9, 17, 19, 28).


Hoje assistimos aos sinais que anunciam os grandes acontecimentos aludidos por Nosso Senhor Jesus Cristo, São Paulo e São João: a grande apostasia. Nunca antes os inimigos de Jesus Cristo tiveram à sua disposição tantos meios para destruir toda a fé e a moral nas almas das crianças, dos jovens e dos idosos. “Esmaguemos a infame (igreja)”, já gritava Voltaire no século XVIII aos adeptos da seita infernal: “Derrubemos o trono (ou a monarquia) para derrubarmos o altar (ou a Missa e a Igreja Católicas), pelo laicismo (televisão, internet, cinema), pelas modas indecentes e, finalmente, pela infiltração na Igreja, até chegar ao Papado, graças ao Concílio Vaticano II.


A história moderna ilustra as etapas da grande apostasia das nações, os gestos e feitos dos agentes do Anticristo, seus predecessores preparando a vinda do próprio Anticristo, preparando a geração de homens para aplaudi-lo quando vier (cf. II Tes. I, 8). Um documento muito recente vindo de Roma afirma que a dignidade humana é infinita. Aqui está o homem pretendendo estabelecer o seu trono dentro da Igreja, para ali entronizar-se com o poder do Diabo (II Tes. II, 4).


Como disseram os peregrinos de Emaús a Nosso Senhor: “Senhor, fica conosco, porque já declina o dia” (Lc. XXIV, 29) (e as trevas cobrem a terra). Tende ânimo, pequeno rebanho – “Eu venci o mundo” (Jo. XVI, 33) pela Cruz. O Reino de Deus nunca esteve tão próximo.


Mons. Jean-Michel Faure


O que impressiona aqui é, antes de mais nada, quão pertinentes são as abundantes citações oriundas de um passado distante para as calamidades que vivemos sem precedentes na Igreja e no mundo de hoje. Os leitores destes “Comentários” têm todo o direito de não se terem impressionado com as mensagens bem mais recentes que supostamente teriam vindo do Céu para iluminar-nos e encorajar-nos na batalha que se aproxima, em razão da falta de autoridade, mas que ao menos abram as suas Bíblias para ler novamente Mateus XXIV, Marcos XIII e Lucas XXI. No texto dos Evangelhos não falta autoridade divina; o que falta é somente que percebamos, como o percebeu Dom Faure, o quanto esse texto pode ganhar vida nas nossas circunstâncias atuais.


Leitores, para compreender o que realmente está acontecendo ao nosso redor e o que devemos fazer, leiam regularmente a própria Palavra de Deus nas Escrituras, e não somente o Novo Testamento, mas também o Antigo Testamento, onde a frequente apresentação da bondade de Deus frente à maldade dos homens constitui a essência dos acontecimentos atuais.


Kyrie eleison.

Commentaires


*Os artigos publicados de autoria de terceiros não refletem necessariamente a opinião do Mosteiro da Santa Cruz e sua publicação atêm-se apenas a seu caráter informativo.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos, ilustrações ou qualquer outro conteúdo deste site por qualquer meio sem a prévia autorização de seu autor/criador ou do administrador, conforme LEI Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.

bottom of page